IMP
workshop

Violência doméstica e seu impacto no mercado de trabalho:

por que as empresas devem se preocupar com isso?

Entrar em contato

Contexto

A violência doméstica e familiar contra a mulher é uma questão não apenas social mas também de saúde pública. As agressões restringem o desenvolvimento das potencialidades da mulher, inclusive a sua inserção e produtividade no mercado de trabalho.

O II Relatório da PCSVDFMulher, Violência Doméstica e seu Impacto no Mercado de Trabalho e na Produtividade das Mulheres, e vários outros estudos comprovam que as mulheres submetidas a situações de violência doméstica apresentam menor capacidade de concentração e de tomar decisões no trabalho. E não para por aí: elas se sentem estressadas com frequência, faltam mais e têm a sua produtividade diminuída. Com isso, uma situação de instabilidade se acentua, ou seja, a dinâmica de emprego e desemprego aumenta.

As empresas que atentam para essa problemática estão à frente no seu segmento. Além de ser um pilar da responsabilidade social, lidar com essa situação – ainda hoje uma triste realidade – é uma questão de smart business, já que afeta o planejamento estratégico e o desenvolvimento financeiro das instituições.

Por que é importante

Esses fatores impactam tanto a vida laboral e o salário da mulher – o que pode afetar também a sua autonomia econômica e ampliar a sua dependência do parceiro – quanto a produtividade e a rentabilidade das empresas.

Conteúdo

Pensando nisso, esse workshop é dividido em dois momentos: “oficina de capacitação com gestores” e “palestra de sensibilização com os funcionários”. O papel do gestor no apoio à vítima, os tipos de violência, os mitos da violência doméstica e os equipamentos de atendimento à mulher em situação de violência são apenas alguns temas abordados.

Objetivo

O nosso objetivo é trazer o tema do enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher para o dia a dia das empresas, bem como que os gestores possam oferecer uma escuta ativa às vítimas e que tanto as colaboradoras quanto os colaboradores sejam capazes de multiplicar os conceitos aprendidos.

Público-Alvo

Gestores e funcionários de empresas públicas e privadas.

Duração

4 horas

Contato

Para contratar e obter mais informações, entre em contato pelo e-mail: atendimento@institutomariadapenha.com.br

Entrar em contato

A Central de Atendimento à Mulher é um serviço criado para o combate à violência contra a mulher e oferece três tipos de atendimento: registros de denúncias, orientações para vítimas de violência e informações sobre leis e campanhas.

Não se cale, denuncie.